Futsal feminino de Lages está na semifinal da Libertadores da América


O time das Leoas da Serra, que representa Lages, Santa Catarina e o Brasil na Taça Libertadores da América de Futsal Feminino, deu mais um importante passo rumo ao título da principal competição da modalidade no mundo. Na tarde desta quarta-feira, dia 10, no ginásio do Comitê Olímpico do Paraguai, em Assunção, a equipe confirmou o favoritismo e se classificou para a semifinal do torneio.

Depois de golear o Aquiles Nazoa da Venezuela por 14 a 1 e o Palestino do Chile por 7 a 0, desta vez as Leoas derrotaram o Atlantes, da Bolívia, por 13 a 0. Os gols da equipe foram marcados por Amandinha (3), Amanda (3), Jheniffer (2), Diana (2), Giy (2) e Thais (1). Antes do jogo, as meninas prestaram uma bonita homenagem ao atleta Diego, do Lages Futsal, que se machucou durante um treino esta semana e está hospitalizado.

"Vamos jogar por você", disse a craque Amandinha, eleita a melhor do mundo pelo quarto ano consecutivo, em um vídeo gravado no ginásio.

Com a classificação para a semifinal garantida, as lageanas voltam à quadra nesta quinta-feira, dia 11, às 14h (o horário de Assunção é o mesmo de Lages) em busca da liderança do grupo B contra o forte time do Lyon, que forma a base da seleção da Colômbia e também está invicto até agora na Libertadores.

"A cada jogo as adversárias ficam mais fortes e as dificuldades aumentam. O estilo de futsal aqui é diferente do Brasil, com atletas mais fortes fisicamente e jogadas como carrinhos. Mas a equipe está bem concentrada e preparada para o novo desafio", disse o técnico Anderson Machado de Menezes, o Esquerda.

A Libertadores da América de Futsal Feminino ocorre até o próximo domingo, dia 14. E todos os jogos da equipe brasileira são transmitidos ao vivo via Facebook pela página oficial da Prefeitura de Lages, uma das principais instituições apoiadoras das Leoas da Serra.

Exame antidoping é novidade para algumas atletas

Uma exigência da Confederação Sulamericana de Futebol (Conmebol), organizadora da Libertadores, é o exame antidoping em todas as partidas. Sempre no intervalo, uma atleta de cada equipe é sorteada e, ao fim do jogo, deve ir imediatamente para o teste, realizado por uma equipe técnica da Conmebol.

Para algumas atletas, que nunca participaram de competições internacionais, o sistema é novidade. Por isso, nas semanas que antecederam a viagem ao Paraguai, o médico das Leoas, o ortopedista Volnei Correa da Silva, repassou todas as orientações sobre cuidados com determinados tipos de medicamentos que pudessem conter substâncias proibidas pelo código desportivo. Até agora, pelas Leoas, já foram submetidas ao exame antidoping as atletas Thais, Greice e Tampa.