COMISSÃO DISCIPLINAR JOGOS COMUNITÁRIOS DE LAGES

JOCOL 2019

Pauta de Julgamento do dia 28/05/2019

EDITAL DE CITAÇÃO/INTIMAÇÃO Nº 003/2019

De ordem do Presidente da Comissão Disciplinar dos JOCOL, Sr. RAFAEL ARALDI, faço publicar o presente Edital em que são CITADAS e INTIMADAS as partes abaixo nominadas para, querendo, defender-se, pessoalmente ou por Advogado formalmente constituído, no processo contra elas movido nesta Justiça Desportiva, tornando público, através deste Edital, que:

No dia 28 de maio de 2019 às 14 hora(s) e 00 minutos(s), serão julgados na sede da FME, sito Avenida Antônio Ribeiro dos Santos, nº 400, anexo ao Ginásio Jones Minosso, Bairro Várzea, em Lages/SC, os seguintes processos:

 

---------------------------------------------------------------------------------- 

 

PROCESSO 017/2019 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: JOCELMA SILVANO RAMOS WIGGERS

JOGO: NOVO IMPÉRIO X A.C. CANTAREIRA/ L&N MARMITAS

FUTEBOL DE CAMPO – 1ª DIVISÃO

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: MAKSIEL DENIZ DE OLIVEIRA ATLETA DA EQUIPE NOVO IMPÉRIO.

Segue relato conforme súmula de arbitragem:

 “Após uma marcação de uma falta, houve aonde o jogador (Maksiel Deniz de Oliveira) do time do Novo Império, aos 30m do segundo tempo deu uma cutuvelada no adiversario”.

Desta forma, incorre o denunciado na conduta tipificada no art. 178 V de Lages.

 

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- 

 

PROCESSO 018/2019 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: DIEGO OLIVEIRA DA ROSA

JOGO: AJAX JUNIOR X REAL BETS F.C.

FUTEBOL DE CAMPO –1ª DIVISÃO

DENÚNCIA DA PROCURADORIA:  IDEMAR DOS SANTOS WALTRICK, ATLETA DO AJAX JUNIOR.

Segue relato conforme súmula de arbitragem: “ Após o final do jogo expulsei o jogador nº 6 do Ajax Junior por reclamar das marcações de arbitragem, sendo este atleta Idemar dos Santos Waltrick, por dizer “ Apita mal esse juiz o que ta fazendo aqui ta loco não sabe de nada”. Desta forma, incorre o denunciado na conduta tipificada no art. 178 VII de Lages.

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

PROCESSO 019/2019 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: JOCELMA SILVANO RAMOS WIGGERS

JOGO: C.S.A X CARAVÁGIO F.C.

FUTEBOL SUIÇO FEMININO

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: EQUIPE C.S.A Pois conforme súmula de arbitragem a equipe ora denunciada, se fez ausente no início do jogo, sendo decretado W.O. Este foi o relato do árbitro. Desta forma, incorre o denunciado na conduta tipificada no art. 174 IX do CJD de Lages.

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- 

 

PROCESSO 020/2019 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: DIEGO OLIVEIRA DA ROSA

JOGO: CHELSEA F.C. X R.D. LA CORUÑA JR.

FUTEBOL DE CAMPO – 1ª DIVISÃO

DENÚNCIA DA PROCURADORIA:  EDSON VIDAL, DIRIGENTE DA EQUIPE LA CORUÑA JR. Segue relato conforme súmula de arbitragem:

“Aos 19’ do 1º tempo foi expulso Edson Vidal do La Coruña, por manda o árbitro engolir o apito, e ficou o resto do jogo chamando nome e ameaça tipo ladrão, corno, e filha da puta, que pegaria depois do jogo. ” Desta forma, incorre o denunciado na conduta tipificada nos art. 174 III, VI do CJD de Lages.

 

------------------------------------------------------------------------------------------------

PROCESSO 021/2019 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: VALDIR GREGÓRIO ANDRADE

JOGO: AT. UNIVERSITARIO X FIGUEIRINHA F.C.

FUTEBOL DE CAMPO 1ª DIVISÃO

DENÚNCIA DA PROCURADORIA:  MARCOS DE OLIVEIRA MARTINS ATLETA DA EQUIPE AT. UNIVERSITARIO. Segue relato conforme súmula de arbitragem:

 “Expulsei no 2º tempo o atleta de nº 7 da equipe do At. Universitário Marcos de Oliveira Martins por me chamar de ladrão e que eu só roubei do time dele. ” Desta forma, incorre o denunciado na conduta tipificada no art. 178 VI do CJD de Lages

 

 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- 

 

PROCESSO 022/2019 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: JOCELMA SILVANO RAMOS WIGGERS

JOGO: AT. UNIVERSITARIO X FIGUEIRINHA F.C.

FUTEBOL DE CAMPO 1ª DIVISÃO

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: KELFANI DA LUZ PEDROSO Anotadora da partida deixou de preencher a súmula na forma regulamentar. Não preencheu nome completo do árbitro da partida e não pediu sua assinatura. Desta forma, incorre o denunciado na conduta tipificada no art. 176 VI do CJD de Lages

 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

PROCESSO 023/2019 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: VALDIR GREGÓRIO ANDRADE

JOGO: C.S.A X VILA MARIZA B MECÂNICA BRASIL

FUTEBOL SUIÇO FEMININO

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: EQUIPE C.S.A Pois conforme súmula de arbitragem a equipe ora denunciada, se fez ausente no início do jogo, sendo decretado W.O. Este foi o relato do árbitro. Desta forma, incorre o denunciado na conduta tipificada no art. 174 IX do CJD de Lages

 

 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

PROCESSO 024/2019 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: VALDIR GREGÓRIO ANDRADE

JOGO: NACIONAL JR. X AT. CENTENÁRIO

FUTEBOL SUIÇO MASCULINO +40

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: EQUIPE NACIONAL JR. Pois conforme súmula de arbitragem a equipe ora denunciada, se fez ausente no início do jogo, sendo decretado W.O. Este foi o relato do árbitro. Desta forma, incorre o denunciado na conduta tipificada no art. 174 IX do CJD de Lages.

 

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

   

PROCESSO 025/2019 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: DIEGO OLIVEIRA DA ROSA

JOGO: BENFICA MASTER X F.C. BRACATINGA

FUTEBOL SUIÇO MASCULINO +40

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: MARCOS RIVELINO, TÉCNICO DA EQUIPE F.C. BRACATINGA. Segue relato conforme súmula de arbitragem:

“No final do jogo, ofendeu a anotadora com intensidade e esagerada motivado por falta de bola na mesa para sequência do jogo, aja visto que a bola do benfica furou no aquecimento e a bola da fundação está sem condições de jogo. Disse que a anotadora recebia o seu salário. Por que ele paga imposto e que a fme é uma bagunça e você anotadora é muito fraca teria que ir pegar bola qdo saía do alambrado, expliquei a ele que tivesse qualquer problema que levasse ao conhecimento da fme. ” Desta forma, incorre o denunciado na conduta tipificada nos art. 173 IV, XI, 174 VI do CJD de Lages.

 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

PROCESSO 026/2019 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: JOCELMA SILVANO RAMOS WIGGERS

JOGO: C. AT. CACHOEIRA X S.C. INTER AMIGOS

FUTEBOL DE CAMPO 1ª DIVISÃO

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: ATLETA DA EQUIPE S.C. INTER AMIGOS. Segue relato conforme súmula de arbitragem:

“Expulsei direto com cartão vermelho o jogador número 3 da equipe S.C Inter Amigos por uma entrada violenta no adversário”. Desta forma, incorre o denunciado na conduta tipificada no art. 178 XIV do CJD de Lages.

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

PROCESSO 027/2019 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: DIEGO OLIVEIRA DA ROSA

JOGO: C. AT. CACHOEIRA X S.C. INTER AMIGOS

FUTEBOL DE CAMPO 1ª DIVISÃO

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: ROMARIO WALTRICK FARIAS, ATLETA DA EQUIPE C. AT. CACHOEIRA AMIGOS. Segue relato conforme súmula de arbitragem:

“Expulsei direto o jogador número 5 da equipe C. At. Cachoeira após o mesmo atingir o adversário de forma violenta”. Desta forma, incorre o denunciado na conduta tipificada no art. 178 XIV do CJD de Lages.

  

-----------------------------------------------------------

PROCESSO 028/2019 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: VALDIR GREGORIO ANDRADE

JOGO: IPIRANGA/OUSADIA/PHOENIX AUTOMOVEIS X AT. CENTENÁRIO.

FUTSAL LIVRE MASCULINO

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: MARIZETE WASEN Arbitra n° 1 da partida deixou de preencher a súmula na forma regulamentar. Não preencheu súmula relatando expulsão do jogador Christian Mendonça de Matos. Desta forma, incorre o denunciado na conduta tipificada no art. 176 VI do CJD de Lages.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Helena Niggemann

Secretária da Comissão Disciplinar dos JOCOL